quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Judith I no Marakuthai

Este deve ser um dos quadros mais famosos de Klimt. Judith I, de 1901, é óleo e folha de ouro sobre tela. A obra trata de uma versão do mito de Judith, a famosa viúva judia que, para libertar o povo hebreu, seduziu e decapitou o general assírio Holofernes. Nesta tela, ela surge como um ícone erótico da mulher fatal.
Achei interessante e espirituoso deparar-me com uma reprodução deste trabalho de Klimt entre os adornos do banheiro feminino do restaurante Marakuthai, na Alameda Itu. Uma espécie de homenagem às femmes fatales, reservada apenas para as mulheres, para ignorância dos cavalheiros. Lindo!

Nenhum comentário: