terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Cada um com seu passatempo


Dizem que psiquiatras podem manifestar trejeitos ou loucurinhas ainda que bem menos acentuadas que seus pacientes. A psiquiatra norte-americana Karen Norberg, depois de passar muito tempo estudando o cérebro humano no Bureau Nacional de Pesquisas Econômicas, em Cambridge (Massachusetts), levou um ano de seu tempo livre para construir um cérebro de tricô.

Ela conta que precisou tricotar cada pedaço do cérebro separadamente - o cerebelo, hipotálamo etc - e depois unir os pedaços para formar o órgão completo, que ficou o dobro do tamanho real.


Um comentário:

Roberto disse...

O Cérebro de trico era de uma loira? E quem tricotou?
Não dizem que existe papo cabeça...agora existe o trico cabeça...eu, hein