segunda-feira, 24 de agosto de 2009

É a superficialidade degradante

Tão grande é a influência da banalização das tatuagens que, nos casos em que é mais forte, não apenas cobre sua ignorância natural, mas esconde também a si própria a ponto de parecer não existir simplesmente porque é encontrada no seu mas alto grau.

Um comentário:

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom