segunda-feira, 17 de maio de 2010

Food Design


Tenho escrito a pauta de um programa da Record News que fala sobre uma feira em Verona, na Itália, que traz novidades na área de alimentos, em panificação, confeitaria, massas, pizzas, sorvetes... E, na carona da feira, veio a idéia de uma matéria na Escola Politécnica de Design de Milão, ali pertinho, sobre Food Design. Você sabe o que é isso?

Partindo-se do princípio de que o consumidor desenvolve uma relação de afeto e necessidade com a comida, o designer o reconcilia com o alimento industrializado. Food Design compreende todas as etapas de produção. A partir da especificação inicial de sabor e textura, o designer, por meio de uma receita, disponibiliza o alimento em formas esteticamentes agradáveis, criativas ou facilitadoras, em uma embalagem em condições de armazenamento e exibição.

Da esquerda para direita: 1. Olive Atomic Snack: tapa de azeitonas tridimensional; 2. 3D-snack: fruta pré cortada para ser servida como aperitivo; 3. Wine label: com o nome destacável na parte debaixo (para lembrar no dia seguinte); 4. Oranienbaum Lollipop: pirulito de laranja com uma semente dentro, para você plantar quando acabar de comer; 5. Post-it Chip: para comer na hora que você quiser; 6. Autobahn Cakes: bolachas para comer enquanto dirige; 7. 7-Step Cookie: bolacha decorada com o caminho da mordida.

Nenhum comentário: